sexta-feira, 31 de dezembro de 2010

embarcando para Las Vegas

Bom dia pra mim, boa tarde pra vocês. Não tenho muito tempo pra falar porque minha host-mom já tá me chamando pra ir pro Trasit center mas hoje eu queria só vim aqui desejar um feliz e próspero ano novo pra todos vocês. Amanhã talvez eu ponha vídeos do meu ano novo ok? Muito obrigada pelo carinho e até 2011.

terça-feira, 28 de dezembro de 2010

new year in VEGAS.

Ola galera! Tenho boas novas pra voces. Estou sem fotos hoje (e sem acentos no teclado) porque estou na aula de iLab aqui da escola. Enfim, hoje tive aula as 13:40 (que foram 18:40 ai no Brasil) e depois essa aula em que estou agora. Antes da aula comecar, sai com uns amigos brasileiros para um restaurante que chamamos de kung fu panda KKKKKK Ontem foi um dia tranquilo, teve teste na escola, conheci muita gente apesar da escola estar bem escassa de alunos (todo mundo de ferias) e voltei pra casa de onibus sozinha, aprendi! haha Conheci minha irma espanhola ontem e ela e bem legal tambem. De manha cedo quem veio me deixar na escola foi a grandma e minha host mom me fez prometer que farei brigadeiro essa noite. Mudando um pouco de assunto, a boa nova que tenho e que o meu ano novo sera em Las Vegas! Eu e a brasileirada toda. De 37 pessoas, 32 sao brasileiros.. CHUUPA. Enfim, sairemos daqui as 9 da manha de sexta-feira. Vai ser bem irada a nossa trip. Ah, e desculpa nao ter postado ontem mas cheguei tao cansada em casa que nem tive tempo em pensar no blog, I`m sorry you guys. Beijos a todos e talvez ate amanha.

segunda-feira, 27 de dezembro de 2010

 Boa noite ou boa madrugada pra vocês. Aqui são 8 da noite então... Hoje tirei algumas fotos da minha casa pra vocês darem uma olhada mas antes vou descrever um pouco o meu dia. Acordei mais ou menos às 10 horas daqui, minha grandmom veio me visitar e trazer o almoço. A Jackie (minha host mom) foi para o escritório cedo então só a vi agora a noite. Almocei e me arrumei para sair com a Julia (minha irmã russa). Fomos à Santa Bárbara e tive que pegar 2 ônibus para chegar até lá mas ainda bem que a parada é do lado de casa. Fomos à loja da Apple, da T-mobile para comprar meu chip local, na starbucks e no supermercado. Encontramos as meninas, Carol e Yana, na loja da apple mas infelizmente nos desencontramos e não deu mais para voltar onde elas estavam. Voltamos para casa quase agora, tomei banho e conheci um amigo da Jackie que estava aqui. Tô comendo menta derretida e é uma delícia! Amo menta. Amanhã tenho que acordar cedo pra fazer o teste da escola e a Jackie vai me levar só que depois preciso pegar o schedule do ônibus. Não é tão difícil. Agora dêem uma olhada nas fotos da casa:
Piscina (seca) auhsuah

Meu guarda-roupa


Sala de estar

Sala de jantar


Home sweet home

Mais uma frente
Por enquanto é só. Vou comer uns chocolates que a Jackie acabou de me oferecer haha Beijos

domingo, 26 de dezembro de 2010

welcome to Los Angeles.

Oi gente, boa noite. Cheguei hoje em Los Angeles, que alívio! Aqui é tudo muito lindo, tudo muito organizado e de um lado montanhas, do outro a praia. Vi até a casa do Leonardo Dicaprio. Um paraíso! Já tomei banho, já falei com a mamãe, já jantei e tô aqui do lado da janela do meu jardim vendo a chuva cair. Hoje o dia foi difícil e cansativo e esse fuso de 5 horas a menos também não ajuda. Pegamos dois aviões e em Atlanta estava quase que nevando, frio de 4ºC. Aqui em Goleta (cidade onde moro) tá fazendo mais ou menos uns 10ºC. Esperei quase 3 horas para chegar finalmente at home.Cheguei em casa e até agora não vi a minha host-mom mas sei que tenho uma irmã russa chamada Julia que está aqui comigo, uma austríaca e uma espanhola. Ahh, e se eu abrir a janela do quarto pode entrar gambá hahaha. A respeito do meu natal, passei com essas pessoas maravilhosas que perderam o vôo comigo mas nunca o bom humor:
E antes de ir para o aeroporto eu tive uma ceia na casa das minhas primas lindas, olha só:
Bom, por enquanto é isso. Ainda não tirei fotos da minha host-home porque aqui tá muito frio e chovendo muito então amanhã eu mando algumas. Até mais.

quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

minha quase ida.

Uma matuta no Amazonas
 Olá todos. Vocês nem advinham o que minha sorte me proporcionou mais uma vez. Estou presa em Manaus, olha que beleza :D Os aeroportos resolveram entrar em greve e atrasar todos os vôos então perdi o meu vôo para Atlanta de ontem. A parte boa é que estou aqui com minhas primas e sinceramente não tenho pressa. O meu vôo foi remarcado para a madrugada do dia 25 então tenho o dia todo de amanhã para curtir. Não me estressei como quando fiquei detida no Texas, acho que dessa vez foi um bônus haha mas não posso mentir que o primeiro momento foi um baque para todos, e foram muitas pessoas que perderam o mesmo vôo. Fui dormir só às 6:00 da manhã e acordei mais ou menos as 11:00, minha cara tá pior do que de defunto. Fui para um sítio, me divertir e tirei foto dos tucanos. Chegamos em casa quase agora e já vamos todos para o shopping. Look at the pics:
Tirei foto do tucano haha

Minha prima linda Tayana

Ahh, ainda tem as fotos de ontem me despedindo da família: 
Mamãe

Madinha
;~
Então, vou ficando por aqui. Amanhã tem mais. (:

quarta-feira, 22 de dezembro de 2010

diário de bordo: LA

Bom dia! Hoje é o grande dia. O dia do post revelador haha Andei adiando pra vocês qual era o grande motivo do meu blog mas hoje é o dia da verdade. O fiz para poder me expressar e principalmente para relatar as minhas aventuras no intercâmbio. Primeira coisa, passei de ano! O terceiro ano é nosso. Segundo, hoje embarco para LOS ANGELES. Vou morar em casa de família e tudo mais. Topar com famosos na rua e surfar. A minha família americana se chama Berenguer e eu vou morar em uma casa linda com piscina em uma cidade praiana próxima de Los Angeles, vou viver no paraíso. Minha rota será bem cansativa mas pra quem já ficou detida em Dallas no Texas, isso não é nada. Vou contar cada detalhe da minha viagem aqui como um Diário de Bordo (daí o nome hehe). Me desculpem aos que eu não pude me despedir, o tempo anda muito corrido. Estou muito anciosa, ainda mais porque era uma viagem que eu não esperava mas quando as oportunidades passam diante de nós, temos que agarrá-las com força e isso vai ser ótimo pro meu crescimento e para o meu currículo. Los Angeles aí vou eu! 

pesadelo proibido.

Confiança é algo difícil de se conquistar mas você conseguiu a minha sem medir esforços. Me pergunto como e porque se tudo o que ouço não passam de meras mentiras ou menos, não ouço. Magoa-me, me entristece. Sangra o meu orgulho, fere o que há de amor no meu coração. Cansa-me a alma ter que esperar você voltar, uma esperança sem certeza. Ao teu lado reina meu desejo. De te ter pra mim e não te dividir com mais ninguém. Um amor proibido e escondido que acelera a melodia dos meus batimentos. Seu abraço é meu conforto e quisera eu ter o seu beijo, roubá-lo sem ter medo de sua rejeição. Se fossem pelos meus impulsos eu já teria feito há muito tempo o que há de mais proibido. Meus pensamentos infelizmente interrompem a linha sem raciocínio de meus desejos. Penso, penso, penso e não hajo por tanto pensar. Sei que correria riscos se contasse a você o que sinto, o que se passa aqui dentro de mim, e não seriam poucas as consequências. Concientemente vejo-o como alguém que não vale a mínima pena o sacrifício mas pudera eu controlar essa paixão. Me divido entre a razão e os sentimentos, dois caminhos com fins totalmente diferentes. Apenas eu posso decidir. Sua imaturiade o impede de enxergar o mundo à sua volta e o limita de escolhas decisivas. Tentei enganá-lo com ilusões e ainda as vivo. Lutando para que se tornem realidade e esse pesadelo finalmente chegue ao fim.

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

beautiful blogger award.

Olá everyone. Não vim ontem como prometi mas estou EXTREMAMENTE ocupada essa semana. Não querendo adiantar nada mas deem uma olhada no blog amanhã às 6. Tenho uma surpresa! Bom, eu tive que dar uma passada aqui hoje para indicar alguns blogs que acompanho e acho que merecem seu selo e aqui vão eles:
Se eu fosse citar todos do meu google reader, não caberia aqui. São apenas alguns dos mais fluentes. Parabéns! Vocês arrasam. Beijos e até amanhã.

domingo, 19 de dezembro de 2010

cansei, simplesmente cansei.

Olá à todos. Faz alguns dias que eu não posto aqui mas uff, a semana tá tão corrida e com as provas da recuperação, tudo uma loucura. Tô preparando uma surpresa haha, vocês vão adorar mas só semana que vem! Já transbordo felicidade, meu blog foi indicado pelo blog "momentos que são meus", clique aqui para conferir. Amanhã posto meus blogs indicados. Voltando, semana passada estudei (dr, novidade) e sai com a galera. Amei a nossa ida pro american beer, quanto carangueijo eu comi! Eu tava precisando muito me divertir e sair um pouco desse stress diário. Não que eu me canse fácil mas há coisas que eu já prefiro não ligar, dei muito off na minha vida ultimamente. Não admito mais perder tempo com coisas que não valham a pena e parece que está tudo ficando mais fácil. Até das pessoas que eu tanto fazia questão, percebi que não são tudo aquilo que eu imaginei, eu apenas sou o que eu imagino ser. Não admito mais me decepcionar e me desgastar tentando ajudar aos outros estando eu dificultando as coisas para mim mesma. Chega uma hora que nos cansamos até de nos cansar. E eu achava que isso não era possível. Quem queríamos ajudar não nos escutou? Que deixemos. Já dizia aquele velho ditado "Quem avisa amigo é" mas se não prestarem atenção nos teus avisos, não se desgaste que a vida dá conta de avisá-lo de uma forma um pouco pior. Cansei, simplesmente cansei. Não quero uma vida de preocupações. Já provei o gosto da liberdade e não pretendo me prender novamente àqueles que me puxam para trás e não me proporcionam o crescimento. Eu cansei de deixar as minhas coisas para trás para tentar levar os outros para frente. Cansei de guardar os meus sonhos em um baú, feixá-los e abrir outros que nem mesmo são meus. Quero fazer bem à quem quer me fazer bem. Quero cuidar de quem se preocupa em cuidar de mim. Cansei, simplesmente cansei.

terça-feira, 14 de dezembro de 2010

receita de 2011.

O ano de 2010 está acabando. Faltam apenas 17 dias para o ciclo de 365 se completar. E lá vem o ano de 2011! Mais um ano daqueles que precisamos dizer: este promete. Promete pra mim porque será o ano da pressão, do desespero, do vestibular. Aquele ano que eu preciso me dedicar e que talvez seja o que defina o meu futuro. Um ano que eu espero mais prosperidade, mais paz, mais amor e mais transformação. O ano em que as responsabilidades vem à tona. Deixamos de pensar como crianças. Aprendemos a nos livrar do passado e construir o futuro com base no presente. O ano em que eu nascerei de novo, pela 17ª vez. Aprendi em 2010 o que deverei fazer em 2011. Errei em 2010 o que eu já não vou errar em 2011. Acertarei em 2011 com as experiências de 2010. Irei amadurecer em 2011 o que ainda não tive tempo de trabalhar em 2010. Prometo me dedicar e correr atrás dos meus objetivos com mais força. Prometo não esquecer das pessoas que nunca esqueceram-se de mim enquanto eu as deixei de lado. Prometo valorizar só aqueles que me valorizam. Prometo ser eu mesma mais do que sempre fui. Prometo construir um ano melhorado, amadurecido. 
Tenho planos de voltar à guitarra, aprender uma nova língua, sair mais, estudar mais, viajar mais, me divertir mais. Sem esquecer claro de persistir mais. Mostrarei à muitos que disseram "impossível" que essa palavra não existe no meu dicionário. Crescerei! Deixarei o ano de 2010 pra trás e levarei comigo as ótimas lembranças que tive. As pessoas que conheci, os lugares, os momentos. Mas também tudo o que isso me proporcionou de conhecimento. Darei adeus ao ano velho e mergulharei de cabeça no ano novo, que COM CERTEZA começará com o pé esquerdo (porque eu sou canhota :D) uahsausuhas Boa tarde e até mais.

domingo, 12 de dezembro de 2010

completo ou vazio?

Hoje resolvi expor um pouco minhas observações (: Ultimamente ando reflentindo mais sobre a vida. Sobre meus passos, meus planos e ações. Também andei refletindo sobre as pessoas ao meu redor. O que foram, o que são hoje e o que eu espero que se tornem futuramente. Pelas minhas observações e auto-análise, percebi que sou uma pessoa completa. Completa de amor, de atenção, de saúde e de educação. Completa porque posso suprir todas as minhas necessidades e nada nunca me faltou. Sei o quanto vale cada conquista. Muito suor, trabalho, dedicação. Não escapo da terrível mania do ser humano de querer mais do que o necessário, mas tenho conciência e controle de tal pecado. Existem pessoas que se escondem atrás das futilidades para se tornarem maiores do que os outros. Escondem seus corações para mostrar uma marca famosa e se deixam levar pela popularidade. Vaidade é aceitável, todos temos, mas quando controlada. Acho ridículo quem não tem personalidade suficiente para se mostrar e não sabe desfrutar da maneira correta as coisas boas que o dinheiro pode nos oferecer. Mera imaturidade. Tem gente que acha mais importante gastar dinheiro e mostrar para os outros que pode do que usá-lo de forma útil, valorizando-o. Pessoas assim são vazias. Um dia sofrerão com um vazio cada vez mais difícil de ser preenchido. Vazias porque não aproveitam o que realmente pode nos completar: o amor verdadeiro e os livros. Coisas que podem nos levar para frente sempre! Conquistas próprias. Não há nada mais satisfatório do que correr atrás de algo com sacrifício e acabar alcançando-o. E não há nada pior do que ter todas as armas para alcançá-lo e não aproveitar nenhuma. Observo atrás das cortinas o quanto o deslumbramento é capaz de mudar as pessoas. Á elas eu ofereço os meus pêsames e rezo para que um dia percebam qual é o verdadeiro caminho para a felicidade. Usar todas as armas e aproveitá-las enquanto pode. Boa noite e até a próxima.

sexta-feira, 10 de dezembro de 2010

verdadeiros.

Boooa noite gente! Hoje criei coragem de vim contar um pouco do meu dia e das minhas amizades pra vocês. Ultimamente eu ando de muito bom humor, não sei porque. Tô bastante satisfeita comigo mesma e com as coisas ao meu redor. Tudo está funcionando como deveria ser. Pela manhã fui pra recuperação (infelizmente fiquei em química) e depois pra casa da melhor amiga do mundo, a Mari. Almoçamos, fofocamos, nos pintamos, tiramos milhares de fotos, comemos MUITA besteira, assistimos filmes, dançamos, contamos a piada do Ringo Starr umas 2324353 zibilhão de vezes e planejamos a nossa noite de amanhã. Conosco estava o Rafa, nosso bebê. Foi um dia bem caseiro mas bastante divertido! Eu acho que não importa onde você esteja mas sim com quem você está. Se nós todos estívessemos em uma festa, seria tão divertido quanto como estarmos em casa. Claro que faltava o resto do nosso bando, mas qualquer coisa com qualquer um acaba rendendo muita risada. Eles são os verdadeiros, aqueles que eu sei que faça chuva ou faça sol, estarão comigo sempre. Independente de status ou qualquer outra futilidade. Esse tipo de amigo não promete a eternidade, e admito, tive e tenho alguns deles. Sei quais são os verdadeiros porque já enfrentamos muitas barras, já brigamos, já nos enfurecemos, já houveram várias intrigas mas nos amamos o suficiente para superar cada uma dessas dificuldades. Também já sofri ao lado de alguns que prometeram ser eternos mas não aguentaram tanto quanto os que ainda estão comigo. Amizade é complicada, mas quando verdadeira, supera qualquer complicação. Tenho poucos, mas tenho eternos. Até mais! :*

Crepúsculo com defeito.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

30 anos sem John.

Hoje fazem 30 anos sem John Lennon. Há 30 anos atrás, um dos quatro reis se foi do modo mais injusto possível. Foram 5 tiros à queima roupa que tiraram a vida de John. Para os beatlemaníacos, hoje é um dia de extremo luto. Cada Beatle era especial do seu jeito, mas John e Paul eram Lennon e McCartney. Eu ainda fico horas imaginando como seria hoje se John estivesse vivo. Quantas músicas boas ele ainda teria a oferecer e criar? Quantos shows? Haveria até uma possibilidade da volta dos Beatles. Dá pra imaginar? John quando jovem não era dos melhores. Aprontava baaastante. Tirava notas baixas e tinha aquele fama de encrenqueiro. Eu li em sua biografia que até dizia que John puxava as saias das garotas e grudava chiclete no cabelo delas, aushaush do mal não? Mas foi dessa forma, grosseira e enigmática, que John Winston Lennon conquistou o mundo da música. Sofrido, tentou achar nas drogas e na rebeldia que marca o Rock'n Roll, algo que o completasse. Acho que ele conseguiu. Eu particularmente gostaria de ter vivido naquela época em que os cabelos moptop eram moda e a rebeldia era bem comum (mais do que hoje). Alguns anos depois do fim dos Beatles, a imagem de John mudou e passou a ser do cara "peace & love". Ativista da paz que devolveu o título de nobreza britânico em protesto contra a guerra do Vietnã e enfrentou o senhor dos senhores dos EUA na época, o presidente Richard Nixon.
Escreveu músicas como "imagine" e "give peace a chance" que clamam por um mundo melhor e unido. Era assim que John sonhava. Ele acreditava num mundo pacificado, sem armas, sem luta, sem sofrimento. Uma única união. A união da raça humano. Sua morte foi uma controvérsia, bastante injusta. Um gênio que faz muita falta. Como todo mundo já tá cansado de saber, eu sou absolutamente viciada em qualquer coisa relacionada aos Beatles então trouxe algumas fotos do meu arsenal John:
Esses discos pra mim são mais raros do que qualquer diamante. O primeiro da esquerda é o Abbey Road. O de cima é o Imagine e o de baixo é o Shaved Fish (peixe barbeado?). Tenho alguns livros também. Minha coleção é maior mas hoje é o dia do John. Também trouxe pra vocês, algumas fotos do dia em que conheci a casa de John e a parte do Central Park "Stramberry Fields" dedicada à ele. Foi o melhor dia de NY ever! Meus olhos se enxeram de lágrimas quando vi aquilo tudo. John esteve ali milhares de vezes. Não tenho nem mais palavras para descrever o que senti. Foi mágico! (:
Mosaico do Stramberry Fields
The Dakota logo atrás, edifício onde o John morava

terça-feira, 7 de dezembro de 2010

Charlie St. Cloud.

Olá a todos e boa noite! Hoje o dia não foi tão interessante quanto meu final de semana mas eu adoro ficar de bobeira em casa. Antes de dormir hoje, decidi assistir um filme e escolhi "A vida e a morte de Charlie St.Cloud" interpretado por nada mais nada menos do que Zac Efron. Não pude deixar de postar pra vocês o significado que esse filme transmite. Charlie está no terceiro ano, completando high school e tem um irmão menor chamado Sam. Os dois são campeões de velejo e as primeiras cenas são justamente eles atuando no mar e controlando um barco. A mãe de Charlie é médica e precisa fazer plantão um certo dia, justamente no dia que Charlie deveria ir para uma festa. Só estão ele e Sam em casa e ele decide fugir. Sam descobre e vai atrás. O convence de levá-lo à casa de um amigo para terminar de assistir o jogo dos Red Sox. Charlie concorda. Aí vem a parte mais triste e que conseguiu arrancar lágrimas dos meus olhos (okay, eu já sou uma manteiga mesmo!). Charlie está dirigindo quando alguém bate na traseira do carro, o muda de posição e um caminhão...BLUFT! Daí vocês já tiram. Charlie morre por segundos mas graças á Deus e ao desfibrilador, ele consegue retornar. Infelizmente, Sam morre. Um garoto de 13 anos morrer é difícil de se ver, e realmente triste. Porém, Charlie pode vê-lo mesmo após a morte e juntos, fazem uma promessa. O resto eu não posso contar porque enfim é querer demais, só assistindo pra ver. A mensagem do filme é que mesmo a saudade impossível de ser matada pode ser confortada. Os nossos entes queridos estão sempre ao nosso lado e não chegam perto de você, mesmo que em outra forma, pra te fazer um mal. Esse assunto é um tanto triste mas há muitas pessoas que perdem o mundo porque perderam alguém. Espere, essa pessoa está num lugar melhor. É óbvio que dói, dói muito, corta o coração e te quebra uma parte que nunca mais será colada mas eles estão olhando por você. Meu pai morreu quando eu era bem pequena e até hoje aos meus 17 anos eu sinto a dor como se tivesse sido ontem mas eu sei que ele está aqui, eu posso sentí-lo. E Deus está com ele, e comigo, e com todos nós. Também acho injusto o fato de muitas pessoas só darem valor àquilo que perdem. Por incrível que pareça, existem pessoas assim. Não espere acontecer algo para demonstrar à alguém que você o ama. Nem espere a vida passar atráves de seus olhos. Viva cada momento como se fosse o último e veja as pessoas que você ama como se fosse a última vez. Para baixar o filme, clique aqui.

sábado, 4 de dezembro de 2010

complexo do alemão.

Good night everyone. Estou aqui, cansada e acabada de fazer prova mas estou viva (ou quase). Antes de sair à tarde, assisti ao programa do Luciano Huck. Não acho o programa uma maravilha mas adoro assistir os gestos tão humanos do apresentador. O lar doce lar de hoje contava a história de uma família que vivia na comunidade de Heliópolis, São Paulo. É realmente uma história linda, de pessoas de baixa renda, com uma casa minúscula porém, sonhos enormes e sorrisos no rosto. E nós ainda reclamamos do que temos. Mas isso não foi realmente o que me deu inspiração a vir aqui. No fim do quadro, Luciano declarou que o programa da próxima semana será gravado no complexo do alemão, onde alguns dias atrás houve uma quase "guerra". O resultado foram tiros e mais tiros, mortes e mais morte e nenhum propósito específico, apenas raiva, ódio e vontade de vencer. Foram usados até tanques militares. Não tiveram piedade de crianças e mulheres. Aterrorizaram inocentes sem qualquer motivo importante. Antes de fechar, Luciano Huck fez um discurso lindo com as seguintes palavras: 
"Hoje você acompanhou um lar doce lar em Heliópolis, uma das maiores favelas do Brasil. Uma comunidade cheia de problemas como tantas outras comunidades e favelas no Brasil inteiro. Aqui atrás de mim, o complexo do alemão. Eu sou paulista. Nascido e criado em São Paulo e vivo aqui no Rio de Janeiro há 10 anos. Hoje falo com verdade que o Rio é uma das cidades mais estupendas do mundo. Um lugar de rara beleza. Um povo de rara ploraridade. Meu trabalho me dá o privilégio de poder andar por todos os cantos dessa cidade. Entender como as pessoas vivem, entrar em suas casas, conhecer os seus prazeres, ansiedades, desejos e sonhos. Tudo isso desarmado. Desarmado de armas, de cargos políticos, cobranças ou qualquer outra intenção. Só pelo prazer de poder ouvir e amplificar as histórias. Estive em quase todas as comunidades pacificadas. Já vi que as coisas por lá, já mudaram. Não tenho dúvidas que as referências para crianças e jovens daqui pra frente, não serão mais os traficantes com fuzis automáticos dourados andando em motos douradas. Eu acredito no Rio. Acredito em comunidades pacificadas. Acredito em escolas, praças, espaços culturais e esportivos em todas as favelas do Rio. Acredito num sistema carcerário que reabilite. Acredito em jovens com pespectiva, independente de onde tenham nascido. Não acredito em duendes. A única solução para esse gargalo urbano e social que vivemos não só no Rio de Janeiro mas na maioria das cidades brasileiras, é libertar todos os bairros e comunidades do poder paralelo. Estabelecer o direito de ir e vir. Recolher as armas. Criar estrutura de lazer que ensinem cultura. Porque a partir daí, deixa que o povo brasileiro sabe cuidar das suas cidades e das suas crianças."
Infelizmente,o cara do nariz enorme tem razão. Não podemos deixar as coisas como estão. É hora de mudar! E como eu disse no primeiro post "all we need is love". Boa noite e até a próxima.

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

friends & joey.

Uffa. Parando um pouco de estudar física óptica e descansar. Não aguento mais estudar! Espero que chegue logo amanhã pra passar essas malditas provas. O que me relaxa nessas horas vagas são os seriados. Os meus favoritos são Friends e Joey. Sério, quem não ama friends? Vai ficar pra história da televisão. Foram 238 espisódios em 10 temporadas. Friends é uma série que me marca muito por conta das situações. São 6 amigos extremamente distintos que desenrolam entre si, brigas, drama, amor, traição, relações de trabalho e etc. São sarcásticos, se matam como cães e gatos e vivem criticando a atitude dos outros. Mas não importa o que aconteça, eles estão sempre juntos e perdoam uns aos outros, entendem e compreendem. Mesmo que seja fictício, é uma história linda de amizade que devia se repetir no mundo em que vivemos. Mostra que nem toda amizade é um mar de rosas e que só as verdadeiras te seguem para sempre

Outra série que eu sou apaixonada se chama Joey. Não tem tantos significados quanto friends mas me faz sentir gosto de quero mais. O Joey é o mesmo Joey Tribbiani de friends mas como Chandler e Mônica, Rachel e Ross, Phoebe e Mike se casam, o único que fica sobrando é Joey, que decide ir morar em LA pra tentar sua vida de ator. Sério mesmo, nunca vi cara tão divertido quanto o Matt Leblanc. Se ele não fosse tão velho... :\ aushaush, brincadeira. Apesar do cara ser atrapalhado, tapado e lento, ele é bem decidido e luta pela vida de ator em Hollywood. Consegue a ajuda da irmã Gina e do sobrinho Michael. Ao longo dos episódios ele vai aprendendo valores e dá pra perceber que tem um amadurecimento de sua parte. É muito divertido. Quem quiser baixar, clique aqui.

FALANDO NISSO...
Matt Leblanc, o protagonista do Joey, vai estrear uma série nova em Janeiro dia 9 nos EUA pelo canal Showtime, chamada Episodes. Onde ele é ele mesmo, Matt Leblanc. A comédia retrata os bastidores de uma produção não muito bem-sucedida de Hollywood. Acho que o Matt Leblanc toma formol porque tem 43 anos e continua maravilhoso! 

quinta-feira, 2 de dezembro de 2010

studying!

Essa semana vou ter que ficar um pouco out por causa das provas finais, aquelas antes da recuperação, ou mais conhecidas como: A SALVAÇÃO. Nem fiquei em tantas mas tem que ser, afinal, o estudo é a luz da vida (vamos racionar energia? haha) Okay, boa tarde e até a volta.